Clipping

Vinagre: origem, história, principais tipos, seu uso doméstico e medicinal

Destacado pela sua versatilidade, tanto na cozinha, no preparo de receitas e comida em geral, quanto na limpeza do lar (principalmente para remover gordura), o vinagre é encontrado em diferentes tipos e usado para variadas finalidades. Que tal conhecermos um pouco mais sobre o vinagre, sua origem, benefícios e utilidades? 

Definição do Vinagre 

Termo de origem francesa (vinaigre), podemos traduzir de forma literal como “vinho azedo”. Sua produção é obtida por meio da fermentação acética do vinho. Segundo artigo da Embrapa, “(...) foi Pasteur (1822-1895) que determinou as bases científicas da produção industrial do vinagre.”

Vinagre: História e Origem 

Tida como uma substância medicinal segundo Hipócrates, há referências ao vinagre que remetem à crucificação de Cristo, no Antigo e no Novo Testamento. No Egito Antigo já havia indícios do uso do vinagre, sendo muito utilizado como medicamento e como aliado no tratamento de doenças respiratórias e até mesmo de úlceras, devido às suas características anti-inflamatórias e desinfetantes.  

Outro fato importante a respeito do vinagre, de valor histórico, é sua usabilidade na conservação de alimentos. Se levarmos em conta que nas épocas mais remotas da civilização não havia geladeira, veremos o quanto o vinagre foi essencial na conservação da comida e alimentos em geral. 

Tipos de Vinagre 

Já conhece a variedade de vinagres disponíveis no mercado? Confira a seguir uma lista com os principais tipos: 

Vinagre de Álcool: de sabor mais forte, este vinagre é indicado no tempero de peixesavescarnes e saladas

Vinagre de Maçã: de propriedades menos ácidas, tem um paladar mais frutado, sendo muito usado na culinária em molhos e saladas. 

Vinagre Balsâmico: de aspecto nobre e mais refinado, o vinagre balsâmico tem um gosto acentuadamente agridoce, combinando perfeitamente com massas e até mesmo na aromatização de sobremesas;

Vinagre de Arroz: típico do oriente, muitas vezes é peça chave da  culinária japonesa. Suavemente adocicado, o vinagre de arroz é responsável em dar liga ao ser misturado ao arroz,  na produção do popular sushi;

Vinagre de Vinho Branco: muito popular, este vinagre é bastante utilizado no preparo de saladas e molhos;

Vinagre de Vinho Tinto: com propriedades mais ácidas que os demais tipos de vinagres, o vinagre de vinho tinto é utilizado também em saladas e molhos, sendo que muitos utilizam este vinagre no tempero de diferentes sanduíches e lanches. 

Vinagre e seu uso medicinal

Historicamente o vinagre sempre exerceu benefícios no tocante à saúde. Um exemplo foi sua aplicação na primeira guerra mundial, quando soldados usavam o vinagre para evitar contaminações por micróbios, por exemplo. 

É bem provável que você se lembre da sua avó indicando o vinagre para aliviar aquela terrível picada de abelha e até mesmo como analgésico para dores de cabeça. Receita pra isso é o que não falta, né? Mas acredite, o uso medicinal do vinagre não para por aqui. Entre outros efeitos benéficos à saúde temos: 

  •  Cicatrização de feridas;
  •  Redução da hipertensão;
  •  Melhoras no sistema circulatório e cardíaco;
  •  Combate à obesidade;
  •  Ação diurética no organismo;
  •  Forte aliado no combate à caspa (vinagre branco);
  •  Ação antioxidante e combate aos radicais livres (no caso dos vinagres obtidos através da fermentação de frutas);

Produto de Limpeza: outra faceta do Vinagre 

O vinagre é tão polivalente que além de ser usado na culinária, temperar saladas, dar um gostinho e sabor diferenciado em pratos e receitas e ainda dar aquela mãozinha na saúde e na busca do peso ideal, ele ainda mostra que é pau para toda obra, afinal, é um produto muito utilizado na limpeza doméstica. 

Veja algumas das muitas utilidades do vinagre para fazer aquela faxina e deixar sua casa limpinha: 

  •  Removedor de sujeira e repelente de moscas e formigas. Basta despejar um pouco de vinagre puro no chão e passar um pano;
  •  Desinfetante de vaso sanitário;
  •  Limpador de vidraças sem deixar riscos e arranhões;
  •  Lustrador de móveis quando misturado com óleo de linhaça e terebintina;
  •  Limpador de talheres se feita uma solução com vinagre de álcool, água e gotinhas de cândida;
  •  Higienizador de colchão, etc. 

Fonte: Casa das Receitas

Desenvolvido por:

Web e Ponto - Soluções Digitais